Testemunho de Edvaldo Duarte

Edvaldo Duarte
Membro da Igreja Assembléia de Deus

Nasci em uma família pobre em São Paulo. Juntamente com meus 11 irmãos fomos colocados em orfanato.  Aos 16 anos, já estava na Pça da Sé, que era o principal foco de drogas de São Paulo. Durante o dia, roubava pessoas em pontos de ônibus, ambulantes e me drogava. À noite, dormia em abrigo. Comecei com cola, maconha e cocaína. Achava que as drogas me aliviavam da fome e do abandono. Isso me levou ao pior: o crack. Foram quatro anos morando na Pça da Sé.

Um dia, um educador do JEAME me perguntou se eu aceitava participar de palestras, filmes e um culto. Aceitei, mas na realidade o meu interesse era a comida. Mas a partir daí, senti o JEAME e seus obreiros como um refugio.Quando o efeito das drogas passava ficava um vazio. Por dois anos freqüentei a Escola papo de Responsa do JEAME. Em um culto, o educador Virgilio fez o apelo e eu aceitei Jesus chorando. O pastor Israel, que também era obreiro do JEAME, me recebeu em sua casa e daí fui encaminhado a uma casa de recuperação, onde fique por sete meses. Depois retornei a São Paulo e fui acolhido na Casa Lar dos recuperados do JEAME. O JEAME resgata as vidas e Jesus as salva.