Nossa história

Nestes 31 anos de história, a vocação do Ministério JEAME tem sido não somente alcançar crianças e adolescentes em situação de risco social, mas também ser instrumento de conscientização da sociedade para as questões sociais, em especial desafiando a igreja na pregação de um Evangelho integral.

1981

  • Tem início em 16 de maio o trabalho de evangelização de crianças carentes na FEBEM, sob a liderança do irmão Rubens Hornos, com a Primeira Igreja Batista de São Paulo.

1983

  • Inicia-se o primeiro trabalho com moças de conduta infracionária na FEBEM (Raposo Tavares). Uma festa de Natal é oferecida para 380 crianças.

1986

  • Suzanne Duppong traz sua experiência como educadora de adolescentes de conduta infracionária, iniciando atuação quase que diariamente em várias unidades da FEBEM.

1987

  • O filme “A Cruz e o Punhal” é exibido em 15 unidades da FEBEM, com mais de 1.000 decisões por Cristo. Também é apresentado o Primeiro Programa Musical Evangélico na FEBEM para 600 internos.
  • Nasce a ideia do Projeto Cabine, que promove socorro a crianças e adolescentes em situação de risco na Praça da Sé.
  • O JEAME promove seu primeiro curso de formação de voluntários interessados em atuar na assistência a crianças carentes e de conduta infracionária.

1988

  • O JEAME oferece diversos cursos de treinamento para voluntários que desejam atuar na FEBEM.
  • O JEAME realiza campanhas anti-drogas na FEBEM.
  • É feita a abertura do lar de apoio para recuperados de dependência química.
  • Ailton José Fonseca de Souza passa a fazer parte da equipe do JEAME, sendo responsável por organizar as questões administrativas.
  • É organizado um evento de conscientização para oito igrejas da cidade de São Paulo. Desse encontro, surge um trabalho com crianças e adolescentes de rua da cidade de Ribeirão Preto.
  • Acontece o Primeiro Acampamento do JEAME, onde surgem muitos novos voluntários.

1989

  • Início das atividades de abordagem nas ruas do centro de São Paulo.
  • É criado o Lar de Apoio para Recuperados, destinado a dar amparo e suporte a adolescentes com conduta infracionária regressos da FEBEM.
  • O ministério é criado juridicamente sob o nome de Lar Crisame.
  • O JEAME dá início a uma campanha anti-drogas, utilizando-se de filmes, slides e apostilas desenvolvidas para esse fim, atingindo cerca de 3.000 adolescentes de unidades infracionárias.

1990

  • É criado o conjunto musical “Novo Caminho”, formado por ex-internos da FEBEM, realibitados e recuperados, que compõem e gravam músicas contextualizadas, sob a liderança de Osvaldo da Silva Jr.
  • O Projeto Atendimento à Criança de Rua começa a funcionar sob a supervisão das obreiras Helen Shedd e Marta Araújo. O Projeto atinge a Praça da Sé e adjacências, apresentando frutos surpreendentes, como a conversão do “pai de rua” Daniel conhecido com “Nego Tim”, que comandava 36 crianças e adolescentes de rua em roubos e furtos.

1991

  • São ministrados os cursos “Como trabalhar com crianças de rua” e “Como Aconselhar Pessoas Portadoras do Vírus da AIDS (HIV)”.
  • É promovido um abaixo-assinado com mais de 6.000 assinaturas de pessoas residentes na cidade de São Paulo, solicitando a permanência de nossa cabine de atendimento à criança de rua, sendo então aprovada com renovação de contrato constante.
  • Esse atendimento à criança de rua encaminha várias delas às casas de recuperação, criando o Programa Operação Resgate, atuando nas ruas centrais de São Paulo, inclusive em regiões de alta periculosidade, alcançando uma média de 25 crianças e jovens por semana.

1992

  • São ministrados os cursos “Como trabalhar com carentes”, “Aconselhamento a pessoas marcadas pelo sofrimento”, “Formação de líderes” e “Como trabalhar com crianças e adolescentes de conduta infracionária” (este último é ministrado no Seminário Bíblico de Vitória do Espírito Santo).
  • Nota-se o avanço do trabalho do JEAME nas ruas de São Paulo, sendo que oito famílias de rua são assistidas e onze pessoas são reabilitadas das ruas.
  • São realizados eventos de conscientização em mais de 25 igrejas evangélicas.
  • Atuação direta na realização do VII Simpósio do Movimento Evangélico Nacional para Redenção da Criança e do Adolescente.
  • São realizadas de campanhas anti-drogas em várias igrejas evangélicas.

1993

  • Inicio do projeto “Escola Papo de Responsa”, onde o JEAME passa a realizar o programa casa-triagem para adolescentes de rua e o lar para crianças de rua.
  • A fim de criar uma visão mais integral do ministério, criou-se juridicamente o Ministério JEAME, com a união da equipe JEAME cujo foco é a ministração na FEBEM, com o Lar Crisame cujo foco é a casa lar e casa de recuperação.
  • O JEAME participa do Encontro sobre Prostituição Infantil Brasileiro (com CPI do governo e sociedade civil).
  • O projeto Escola Papo de Responsa é implantado no espaço cedido pela Caixa Econômica Federal para crianças e adolescentes das ruas de São Paulo.
  • Implantação do Lar Rafael para crianças de rua (Casa Lar I).
  • O JEAME participa de reuniões do CONSEG, do Grupo De Meninos Da Sé e do Projeto Mudar/Segurança Pública.

1994

  • O JEAME participa do Fórum de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Fórum sobre Criança de Rua e a Praça da Sé, organizado pelo MUDAR.
  • O JEAME encaminha vários recuperados para trabalhar em empresas.
  • No trabalho de rua passa a haver plantão de assistência médica, atendendo uma média de 20 garotos a cada 15 dias. Neste trabalho, os garotos são encaminhados a médicos e dentistas da Polícia Militar.
  • Uma equipe do JEAME passa a visitar jovens que haviam sido acompanhados e discipulados na FEBEM e que haviam sido libertados e passaram a morar em outras cidades.
  • Inicia-se o trabalho no Lar de Israel, para adolescentes de rua em Itanhaém (SP), sob a liderança dos educadores Mara e Márcio.

1995

  • É oferecido treinamento de profissionais na área infanto-juvenil em todo o território brasileiro.
  • O JEAME realiza o Primeiro Acampamento de Rua, com 16 adolescentes e 16 conselheiros, sendo que 10 destes adolescentes foram retirados definitivamente das ruas.

1996

  • O JEAME implanta na FEBEM um programa que atua nos conflitos psicológicos, usando técnicas de ensino Bíblico, que apresenta uma alta muita aceitação e resultados positivos.
  • O governo da Suécia, através de uma organização sueca, doa um sítio e um veículo para o projeto da casa de recuperação.
  • Ao longo do ano foram encaminhados mais de 65 jovens para centros de recuperação.

1998

  • Depois de três anos sem atividades devido a questões logísticas, a Escola Papo de Responsa recebe um novo espaço, que no passado havia sido uma boate gay e depois usado como ponto de venda e consumo de crack. O proprietário teve interesse em ceder o espaço para o JEAME pois havia participado de uma reunião do projeto Viva o Centro e ouvido da boa fama das atuações do JEAME na região.
  • O JEAME amplia sua atuação na FEBEM, com atividades todos os dias da semana.
  • O JEAME realiza preleções em 22 igrejas e em alguns congressos.
  • São ministrados cursos em Fortaleza, João Pessoa e em algumas prefeituras das regiões sul e sudeste do País.
  • O JEAME prepara uma festa de Natal inesquecível para os garotos da FEBEM, e também para os meninos de rua da região central de São Paulo.

1999

  • Inicia-se o trabalho do Projeto Casa Lar para adolescentes oriundos da FEBEM nas propriedades do sítio em Juquitiba (SP).
  • São realizadas campanhas anti-drogas e ministrados os cursos “Delinquência, recuperação e prática” e “Como Trabalhar com Crianças e Adolescentes em Situação de Rua e Drogas” em todo o país.
  • É realizada reciclagem e treinamento para os líderes do ministério, com parceria de SEBRA e IDORT.

2000

  • Inicia-se o Programa Profissionalizante Prepare, sendo que o curso de informática recebe o prêmio do Programa de Capacitação Solitária (parceria empresa/governo).
  • É ministrado o curso “Delinquência: Recuperação e Prática” voltado para as prefeituras e ONGs.
  • É ministrado o curso “O Resgate do Educador como Sujeito de Transformação” nas cidades de Birigui e Campo Limpo Paulista.
  • Início dos trabalhos na Casa Lar II (Triagem para Lar Israel), cuja finalidade é reabilitar adolescentes de conduta infracionária e ou dependente de drogas, oriundos da FEBEM.

2001/2002

  • Com a perda de grandes patrocínios financeiros, o JEAME focou na continuidade dos trabalhos na FEBEM, nas concientizaçãos e nos cursos de formação em todo o Brasil.

2003

  • Inicia-se as aulas de educação cristã na Escola da FEBEM (UDM).
  • O JEAME atua em 25 unidades da FEBEM e na Escola da FEBEM (UDM).
  • Inicia-se o atendimento na Casa das Mães da FEBEM (na região da Mooca, em São Paulo), com duas equipes: uma para as moças e outra para as crianças, com a participação de 100% delas nos encontros.

2004

  • O JEAME estabelece parcerias de missões urbanas: Prefeitura de Curitiba, para 150 meninos de rua; Praia Grande (Centro Recuperação Missão PAZ); Projeto para Favela com a Igreja Crer em Cristo.
  • O JEAME realiza 75 encontros de conscientizações em igrejas brasileiras.
  • O JEAME realiza viagens missionárias para Curitiba, Campinas, Teresópolis, Praia Grande Atibaia, pregando e conscientizando em Igrejas, unidades da FEBEM, cadeias, casas de recuperação, retiros e congressos.
  • Inicia-se o Projeto Gente do Futuro, uma parceria da FEBEM com rede de supermercados Pão de Açúcar que oferece empregos a adolescentes em liberdade assistida. Esse projeto é coordenado por Suzanne Duppong (atuando como técnica) e Ranulfo (atuando como educador), ambos responsáveis pela seleção, treinamento e acompanhamento de cada jovem envolvido com este projeto.

2005

  • Através do Programa de Formação Humana na FEBEM são alcançados mais de 1.800 internos semanalmente.
  • Iniciam-se novos trabalhos em São José dos Campos com assessoria do JEAME.

2006/2007

  • Iniciam-se as vigílias de oração mensais nas dependências do Escola Papo de Reponsa.
  • Após uma reestruturação no projeto e reforma do espaço, são retomadas as atividades na Escola Papo de Responsa, atendendo as crianças e adolescentes em situação de risco social, nas ruas do centro de São Paulo, especificamente na região conhecida como “cracolândia”.
  • O Projeto Gente de Futuro em 2006 dá ao Pão de Açúcar o título premiado em São Paulo como “Empresa Cidadã”.
  • O JEAME organiza uma grande festa de Natal nas unidades da Fundação CASA (antiga FEBEM), com a participação de 700 internos. Na festa são servidos pizza e refrigerante, e os participantes ganham um kit da Sociedade Bíblica do Brasil.

2008

  • O JEAME participa, a convite e patrocínio da Oakseed Ministries, do encontro da Rede Viva em Chicago, reunindo mais de 120 organizações no mundo que trabalham com crianças em situação de risco social.
  • Inicia-se a parceria com a Rede Mãos Dadas e RENAS (Rede Evangélica Nacional de Ação Social).
  • O JEAME organiza uma festa de Natal com a participação de mais 2.000 pessoas, incluindo internos, família de internos e funcionários da Fundação CASA (antiga FEBEM) e aqueles que frequentam a Escola Papo de Responsa. Na festa são servidos pizza e refrigerante, e os participantes ganham um kit da Sociedade Bíblica do Brasil.
  • Retornamos com as vigílias de oração no centro de São Paulo em parceria com os ministérios cristãos, a fim de orar por São Paulo.

2009

  • O JEAME organiza uma festa de Natal com a participação de mais de 2.000 pessoas, incluindo internos, família de internos e funcionários da Fundação CASA (antiga FEBEM) e aqueles que frequentam a Escola Papo de Responsa. Na festa são servidos pizza e refrigerante, e os participantes ganham um kit da Sociedade Bíblica do Brasil.

2010

  • O JEAME participa da organização da Rede Social do Centro de São Paulo, que inclui órgãos públicos, empresas privadas, ONGs e missões cristãs que atuam no Centro de São Paulo.
  • JEAME participa da organização e realização do Primeiro Mutirão de Cidadania do Centro de São Paulo, na Praça Princesa Isabel, com a participação de vários órgãos públicos, empresas, ONGs e missões cristãs.
  • Início da elaboração dos projetos para casa de recuperação para os rapazes e casa lar para as moças.
  • O JEAME organiza uma festa de Natal com a participação de mais 3.500 pessoas, incluindo internos, família de internos e funcionários da Fundação CASA (antiga FEBEM) e aqueles que frequentam a Escola Papo de Responsa.

2011

2012

Em sua história, o Ministério JEAME jogou a semente do amor de Deus que alcançou dezenas de milhares de jovens e crianças que de alguma maneira receberam a Palavra de Deus, a atenção, o amor, e a oportunidade de mudar de vida. Com isso, mais de 1.000 jovens e crianças foram alcançados, resgatados, recuperados e reintegrados a uma vida digna; enfim, tocados pelo amor de Deus, a quem toda a honra seja dada.